Desgaste no amortecedor aumenta o cansaço do motorista



Desgaste no amortecedor aumenta o cansaço do motorista

Testes feitos pela Monroe mostram que o amortecedor com apenas 50% de eficiência pode aumentar em 26% o cansaço do motorista, elevando consideravelmente o perigo devido ao excesso de trepidações. Além disso, durante uma viagem, as oscilações do feixe de luz do farol podem ofuscar a visão do condutor que trafega no sentido contrário.

“O amortecedor é um dos principais itens de segurança veicular. Desgastado ou em más condições, oferece riscos de acidentes”, alerta Juliano Caretta, coordenador de Treinamento Técnico da Monroe. A peça controla a movimentação das molas da suspensão e mantém os pneus em contato permanente com o solo.

Os testes mostraram ainda que os amortecedores gastos têm um adicional de dois metros e meio na distância da frenagem, o que aumenta o perigo.

Importante salientar que os amortecedores do carro fazem parte de um sistema: o de suspensão. Por isso, se eles estiverem desgastados, vão prejudicar outras peças, além de provocarem desgaste nos pneus. É fundamental fazer a revisão dos amortecedores e de todos os itens da suspensão a cada 10 mil quilômetros.




amortecedor suspensão

Adicione um comentário


Outros Comentários


Seja o primeiro a comentar


Central de Atendimento Matriz (49) 3202.3202

Santa Catarina

Matriz (Joaçaba): (49) 3202.3202 / 3551.0900
Chapecó: (49) 3311.1999
Criciúma: (48) 3443.0444
Concórdia: (49) 3442.7777
São Miguel do Oeste: (49) 3631.7100
Florianópolis: (48) 3722.1000
Joinville: (47) 2105.1999
Lages: (49) 2101.1999

Paraná

Toledo: (45) 3421.1100
Francisco Beltrão: (46) 3211.7878

Rio Grande do Sul

Caxias do Sul: (54) 3534.5000
Passo Fundo: (54) 3210.2222
Santo Ângelo: (55) 3312.3300